Quantcast
OMD

Miguel Pavão eleito bastonário da Ordem dos Médicos Dentistas

A lista A, de Miguel Pavão, foi a vencedora das eleições para os órgãos sociais da Ordem dos Médicos Dentistas (OMD), que se realizaram presencialmente no passado sábado, dia 27 de junho. O médico dentista, fundador da organização não governamental Mundo A Sorrir, à qual presidiu durante 13 anos, venceu com 75% dos votos (3462 votos), tornando-se assim no próximo bastonário a representar os profissionais da medicina dentária.

“Mais do que minha, é uma vitória da classe, que mostrou de forma uníssona que participa”, disse Miguel Pavão à SAÚDE ORAL, acrescentando ainda que esta foi “uma escolha inédita e massiva pela mudança” nas “eleições mais participadas de sempre”.

“Sinto que me concederam uma legitimidade tão forte que me deixa à vontade para apelar aos meus colegas”, acrescentou ainda o novo bastonário. “Mostra que os médicos dentistas estão unidos e é uma vitória de toda uma classe que quer mudança para o futuro.”

Artur Lima, o candidato concorrente pela lista B, que obteve 1151 votos, deu os parabéns esta manhã à lista vencedora e agradeceu, numa publicação nas redes sociais, “a todos os colegas que, nas últimas semanas, se empenharam em debater ideias e apresentar soluções em prol da nossa classe”.

Apelou ainda à coesão e união dentro da classe para “garantir o futuro e dignificar a medicina dentária”.

Votaram no total 4748 médicos dentistas, entre os quais houve 95 votos em branco e 40 nulos. Numa classe profissional com quase 11 mil inscritos na OMD, segundo dados do estudo Os Números da Ordem 2019, regista-se ainda a elevada abstenção, que superou os 50%.

A lista A para o Conselho Deontológico e de Disciplina, lista única encabeçada por Luís Filipe Correia, venceu com 4113 votos. “A sua reeleição para presidir o Conselho Deontológico e de Disciplina constitui o reconhecimento do seu empenho e prossecução no cumprimento normativo ético e deontológico subjacente à profissão. No contexto presente e futuro da nossa atividade colocar-lhe-ão a si e à sua equipa novos e importantes desafios aos quais acreditamos irá dar a melhor resposta”, comentou no site da OMD o presidente da Assembleia-Geral da Ordem, João Caramês.

Para a eleição do Conselho Deontológico e de Disciplina, contaram 4723 votos, 527 dos quais em branco e 83 nulos.

*Notícia atualizada com a percentagem de votos do vencedor, de 73 para 75%, após exclusão de brancos e nulos.