Quantcast
Eventos

Médicos dentistas unem-se para dar um “chuto” na Covid e angariar donativos para Hospital Pedro Hispano

São mais de cem os profissionais de medicina dentária envolvidos num projeto digital de solidariedade de âmbito ibérico, que vai decorrer online em Portugal no dia 9 de abril e, em Espanha, no dia 11. Chama-se Kick Covid e está a ser promovido como um evento “de médicos para médicos”, em que todos os donativos angariados pelas inscrições reverterão para o Hospital Pedro Hispano, em Matosinhos, e para o Hospital La Paz, em Madrid.

“É um conceito de mesas-redondas virtuais, são cinco mesas, para as quais convidámos 25 médicos dentistas [cinco por mesa]. Os colegas aceitaram imediatamente o convite. Há um moderador, que faz uma pequena apresentação, e depois há um debate virtual com os convidados e os participantes podem colocar questões por escrito”, explica ao telefone o médico dentista Carlos Falcão, um dos dinamizadores do projeto em Portugal, em conjunto com Mariano Herrero e Hélder Oliveira.

Cada mesa-redonda vai ter a duração de cerca de 50 minutos e será subordinada a um tema: ortodontia, periodontologia, regeneração oral, estética e digital. O evento vai ter início às 15h e irá terminar às 20h.

João Mouzinho, médico dentista e apresentador do painel de estética, intitulado “Opções Restauradoras no Dente Endodonciado”, não poupa elogios à iniciativa: “Tem havido muita coisa a acontecer na Internet e é muito difícil separar o trigo do joio, mas achei este evento super giro e reúne muitas pessoas do setor. É bom saber que os donativos vão ser entregues na íntegra ao Hospital Pedro Hispano”, disse também via telefone.

Falando sobre o seu painel, o médico dentista explicou que irá apresentar um caso clínico que será depois discutido pelos seus colegas e participantes, e sublinhou o facto de este ser um evento ibérico, ou seja, os dentistas portugueses podem participar no evento espanhol e vice-versa, expandindo assim a corrente de solidariedade que tem como objetivo angariar fundos para a compra de material necessário para os hospitais.

O número de participantes online é ilimitado e a inscrição é gratuita, com a possibilidade de deixar um donativo a partir de cinco euros, que reverterá diretamente e na íntegra para o hospital escolhido, consoante o evento que atender.

Segundo Carlos Falcão, a resposta da classe ao Kick Covid tem sido “muito afirmativa” e o evento português, que começou a ser planeado há cerca de uma semana, conta já com cerca de 200 inscritos.

“Já está a valer a pena só por perceber que a nossa classe está tão empenhada em ajudar numa coisa tão pequenina como esta. Pessoalmente, estou muito contente por poder participar nesta corrente de boa vontade e generosidade. Acho que é muito meritório”, referiu Carlos Falcão.