Quantcast
OMD

Médicos dentistas não querem novo confinamento

O bastonário da Ordem dos Médicos Dentistas, Miguel Pavão, revelou este fim de semana que a classe “rejeita a ideia de um novo confinamento”, após a sua atividade ter sido afetada pela pandemia de covid-19. Ainda assim, prometeu colaboração em qualquer outra circunstância.

No final de uma audiência com o Presidente da República para analisar a atual situação pandémica no País, no âmbito de uma série de encontros que o chefe de Estado está a manter com diversas instituições, Miguel Pavão disse aos jornalistas ter comunicado a Marcelo Rebelo de Sousa que, apesar de esta classe profissional ter sido “afetada” pela pandemia desde o seu início, há “sinais de extrema confiança” na classe que representa, uma vez que a taxa de infeção entre os médicos dentistas é “muito baixa” comparativamente à média nacional.

Confrontado pelos jornalistas com a possibilidade de a situação se agravar e Portugal decretar o estado de emergência, o mesmo responsável destacou que seriam “medidas difíceis” para o setor, mas que estes profissionais, mesmo nessa situação, iriam “colaborar com todas as medidas” implementadas.

Ainda assim, Miguel Pavão insistiu que, à partida, a Ordem dos Médicos Dentistas “rejeita a ideia de confinamento”, já que poderia levar a uma “nova suspensão” da atividade.

O bastonário destacou que os médicos dentistas têm tido um “papel fundamental de colaboração na solução” do problema da pandemia e que são capazes de “potenciar as medidas de saúde pública” no plano comunitário, devido à proximidade e comunicação com os cidadãos.

Miguel Pavão transmitiu ainda ao chefe de Estado que a Ordem dos Médicos Dentistas está a colaborar com a Linha SNS 24, havendo já 1 200 profissionais registados nessa linha, designadamente para atendimento dos doentes assintomáticos.

“É uma forma de colaboração num período que se espera longo, mas temos que colaborar e os médicos dentistas estão dispostos a ajudar e a contribuir para de uma forma responsável e concreta combater esta pandemia”, concluiu.

Este site oferece conteúdo especializado. É profissional de saúde oral?