Saúde Oral

Malo Clinic alarga atividade a sete clínicas e OralMED prepara reabertura geral   

Sabe Malo Clinic alarga atividade a sete clínicas e OralMED prepara reabertura geral    vale a sua clínica?

Dois dos maiores grupos de medicina dentária em Portugal, a Malo Clinic e a OralMED, estão a preparar o regresso à atividade. Quase dois meses depois de ter sido decretada a suspensão da atividade no setor da medicina dentária, com exceção de situações de urgência, o País está a regressar a uma “nova normalidade”, com a reabertura de várias clínicas de medicina dentária, embora com condicionamentos.

A Malo Clinic anunciou o alargamento da sua atividade em Portugal, além dos cuidados de medicina dentária de emergência que prestava aos portugueses desde o início da situação de pandemia, enquanto a OralMED prepara a reabertura geral de todas as clínicas no dia 11 de maio.

O final do estado de emergência permitiu o regresso do setor à atividade desde 4 de maio, contudo, trata-se de um regresso condicionado e enquadrado na Orientação Técnica da Direção-Geral da Saúde (DGS) e nas recomendações da Ordem dos Médicos Dentistas, elaboradas pelo grupo de trabalho covid-19 fase 2.

Assim, a Malo Clinic anunciou que as suas clínicas de Lisboa, Porto, Coimbra, Alvor, Funchal, Leiria e Faro passam a servir a população que necessita de realizar consultas de medicina dentária não urgentes.

A realização de consultas e tratamentos é retomada a partir da próxima segunda-feira, dia 11 de maio, estando sujeita a marcação prévia e ao cumprimento de todos os protocolos de segurança previstos. A pré-marcação é obrigatória e pode ser realizada desde já através dos telefones específicos de cada clínica ou online.

O alargamento da atividade de consultas das clínicas será realizado de forma progressiva, de forma a garantir a segurança de todos. Os protocolos implementados preveem medidas como:

Por sua vez, também a OralMED, que está já a seguir todas as orientações técnicas solicitadas pela Direção-Geral da Saúde e a implementar todas as recomendações emitidas pela Ordem dos Médicos Dentistas (OMD), anunciou que as Clínicas OralMED estão a ser alvo de profundas transformações para assegurar uma abertura condicionada, mas com todas as condições para prestar o serviço de qualidade.

Com data de abertura prevista para o próximo dia 11 de maio, os atuais pacientes estão a ser contactados por todas as unidades de saúde do grupo para reagendarem a continuidade dos seus tratamentos.