Quantcast
Médicos Dentistas

João Caramês recebe menção honrosa por parte da Universidade de Lisboa

João Caramês

No passado dia 28 de junho, o professor doutor João Caramês, diretor da Faculdade de Medicina Dentária da Universidade de Lisboa, foi reconhecido com uma Menção Honrosa na Cerimónia de Entrega dos Prémios Científicos da Universidade de Lisboa/Caixa Geral de Depósitos, anuncia a universidade em comunicado.

A cerimónia esteve integrada nas Jornadas Científicas da Universidade de Lisboa e decorreu no Salão Nobre da Reitoria. Na sessão solene estiveram presentes, o reitor da Universidade de Lisboa, o júri deste Prémio, diretores das Faculdades da Universidade de Lisboa, investigadores nacionais e internacionais em colaboração com Universidade de Lisboa.

 

Este prémio, “atribuído pela primeira vez a um investigador e docente da Faculdade de Medicina Dentária de Lisboa”, de acordo com o estabelecimento de ensino, veio distinguir “a extensa atividade de investigação científica e dinâmica de publicação promovida pelo professor doutor João Caramês ao longo do seu percurso académico”.

Foi com sentido orgulho que o professor doutor João Caramês recebeu a distinção: “A investigação científica é um pilar estrutural de uma faculdade. Produzir, transmitir e valorizar o conhecimento nas áreas das Ciências Orais e Biomédicas, tem sido um estimulante desafio humildemente partilhado com todos quanto assumem esta postura científica. Destaco em particular os membros da Unidade de Investigação em Ciências Orais e Biomédicas (UICOB) mas também estudantes de pré, pós-graduação e doutorandos que têm contribuído para a dinâmica dos trabalhos que tenho coordenado. Juntos temos contribuído para a consolidação do prestígio académico nacional e internacional da FMDUL e consequentemente da Universidade de Lisboa. Esta cultura pela investigação científica reconhece igualmente uma influência positiva e indissociável na melhoria da qualidade clínica e dos serviços prestados à sociedade pela FMDUL. O tempo presente e futuro apela a um forte sentido de cooperação e partilha entre todos os investigadores, a uma acutilante busca por financiamento externo e a um espírito de intercâmbio com outras Faculdades da Universidade de Lisboa ou restantes Faculdades de Medicina Dentária do País. Na condição de investigador, mas também de diretor da FMDUL não posso senão desejar uma faculdade ‘aberta’ a quem connosco estabeleça com confiança, uma justa simbiose de valioso conhecimento. A Menção Honrosa que hoje recebo reflete exemplarmente esta minha visão e postura para com a ciência.”

 
Este site oferece conteúdo especializado. É profissional de saúde oral?