- Saude Oral - https://www.saudeoral.pt -

Investigadores do Porto vão promover criação de indicadores de qualidade dentária

O projeto DELIVER quer “colocar a saúde oral no topo das prioridades e na agenda dos decisores”, através do combate à falta de dados e indicadores de qualidade sobre as estratégias na saúde oral [1]de cada país, divulga o Notícias Ao Minuto [2].

Os investigadores vão desenvolver “um documento que permita tanto a decisores políticos, como a especialistas, médicos dentistas e outras entidades, perceberem o que é a saúde oral, as opções estratégicas a serem implementadas em cada país e os custos financeiros consoante o modelo a adotar”, explicou o investigador do Instituto de Saúde Pública da Universidade do Porto (ISPUP), Paulo Melo.

 

A criação de indicadores de qualidade servirá para colmatar a falta de “dados possíveis de serem percebidos de forma global. Toda a estratégia, que vai estando plasmada em muita investigação, acaba por não estar sistematizada e de acesso tão fácil quanto seria desejável”.

No âmbito do projeto, o instituto da Universidade do Porto vai trabalhar na “aprovação de indicadores de qualidade”, que servirão de base para monitorizar e avaliar a segurança dos cuidados prestados nas clínicas dentárias e a nível comunitário.

 

“O nosso objetivo é termos indicadores que sejam utilizados sistematicamente para cada um dos propósitos na área da saúde oral, seja para fins de avaliação económica, seja para fins de avaliação da própria saúde ou prevenção”, acrescentou Paulo Melo.

Além do ISPUP, participam no projeto investigadores da Radboud University Medical Center (Holanda), da Stichting Vrije Universiteit (Holanda), da Stichting MLC Foundation (Holanda), da Universitätsklinikum Heidelberg (Alemanha), da aQua gmbH (Alemanha), da Universidade de Manchester (Reino Unido), da Karolinska Institutet (Suécia), da Universidade de Malta (Malta) e da Universidade de Copenhaga (Dinamarca).