Quantcast
Clínicas Dentárias

Instituto Português da Face assinala cinco anos e reforça presença internacional

Cinco anos depois, a missão continua a ser a mesma: Manter a excelência dos tratamentos e a proximidade do doente. O crescimento do Instituto Português da Face (IPF) tem-se notado não só na componente clínica, mas também na investigação e na formação. O futuro está próximo e passa por ampliar o projeto para o Porto e reforçar a presença internacional.

O Instituto Português da Face (IPF) foi fundado no dia 18 de novembro de 2016, há cinco anos, pelos médicos David Ângelo e David Sanz que à data trabalhavam na função pública e partilhavam a mesma filosofia de trabalho − centrada no doente e no tratamento de excelência. “Começámos a sentir que era difícil disponibilizar um tratamento de excelência aos doentes em alguns locais onde trabalhávamos e queríamos implementar novas tecnologias e novos protocolos, mas havia toda uma máquina muito burocrática que nos dificultava esse processo”, começa por contar o diretor clínico e cofundador do IPF, David Ângelo. Foi esta vontade que levou os dois médicos a criar um instituto dedicado à área da face e em particular às suas principais vertentes de atuação − cirurgia ortognática e a articulação temporomandibular − com uma estrutura centrada à volta do doente.

Dr. David Sanz e Prof. Dr. David Ângelo

 

O instituto deu os primeiros passos num gabinete alugado no Parque das Nações, em Lisboa, onde só contava com os dois sócios fundadores. O espaço cresceu e mudou-se para a zona de Picoas, onde, atualmente, já conta com 12 médicos, 14 departamentos e 14 funcionários. “Tentámos sempre seguir a filosofia inicial, colocando pessoas que são extremamente competentes em determinada área com o objetivo de proporcionar o melhor tratamento a quem nos procura, garantindo taxas de sucesso elevadas .” David Ângelo nota que na esmagadora maioria dos casos que chegam ao IPF os profissionais conseguem encontrar uma solução válida, mesmo nos mais complexos. “São várias as histórias de doentes que nos chegam já com grande frustração, sem nenhuma opção, e quando nos encontram conseguimos determinar o diagnóstico com rigor e detetar uma solução que é válida.”

Atividade clínica aliada à formação e à investigação

O IPF não é uma organização focada exclusivamente na vertente clínica. Existe um departamento científico que se dedica a analisar os dados clínicos, a implementar estudos científicos, com o objetivo de contribuir para o progresso desta área da medicina. A formação é outra das valências do instituto, que é procurado por profissionais de todo o mundo, particularmente na área da articulação temporomandibular. De acordo com David Ângelo, durante os cinco anos de existência do projeto, já foram publicados 17 artigos  em revistas indexadas.

O futuro passa por internacionalizar a marca
 

A ambição dos cofundadores do IPF passa por ampliar a atuação do instituto em Portugal e no estrangeiro, mas de forma gradual, para que não percam a essência que os caracteriza e que se prende também pela relação próxima com os doentes. “Nos próximos anos queremos internacionalizar a marca. Em breve iremos anunciar notícias relativas ao projeto de internacionalização: sendo que podem contar com novidades no Luxemburgo”, refere o diretor clínico.

 

Assinalar meia década do IPF

Na semana em que assinala o 5º aniversário, o IPF tem estado a desenvolver algumas atividades que incluem:

  • Giveaway no Instagram @institutoportuguesdaface (5 anos, 5 prémios) – 500€ em Medicina Estética ou Cirurgia Plástica, PRP Facial ou Capilar, Peeling Químico, Kit Filorga e Kit IPFace.
  • Tômbola com prémios para todos os doentes que estejam na clínica durante a semana, com dinâmicas de fotografia, tratamentos, produtos, entre outros;
  • Doação de 5€ de cada consulta que reverterão para a ONG de acolhimento de refugiados em Portugal, a Meeru – Abrir Caminho.
 

Números alcançados nos últimos anos

  • 730 cirurgias
  • 14 730 consultas
  •  17 artigos científicos publicados em revistas indexadas
  • 14 médicos internacionais formados
  • 4.9/5 índice de satisfação no Google
Este site oferece conteúdo especializado. É profissional de saúde oral?