Clínicas dentárias

Impress – chegou a Portugal a rede de clínicas dentárias de ortodontia invisível

Há uma nova rede de clínicas exclusivamente dedicadas à ortodontia invisível. A Impress abriu a sua primeira clínica em Lisboa, no início do ano, e já tem outra, no Porto, mas a sua “apresentação oficial” acabou por ser adiada por culpa da pandemia de covid-19.

A rede, porém, adaptou-se rapidamente aos efeitos da pandemia e passou mesmo a permitir a realização de uma primeira consulta por videochamada para o paciente se informar sobre os tratamentos disponíveis.

Com planos para abrir mais uma clínica em Braga e ainda outras cinco por todo o País até ao final do ano, a marca europeia, nascida em Espanha, disponibiliza um modelo digital. O paciente pode acompanhar online a evolução do seu tratamento ortodôntico, a partir de qualquer lugar.

A rede de clínicas, que trata más oclusões como dentes aglomerados, rotações dentárias, espaços interdentais, etc., diz abordar duas das principais questões levantadas pelos pacientes que necessitam de alinhar o seu sorriso: o custo elevado associado ao tratamento e o tempo despendido em consultas de controlo.

“Na Impress podemos tratar a maioria dos casos com os nossos alinhadores invisíveis, uma alternativa completa e esteticamente mais discreta de transformar sorrisos no século XXI”, explica o ortodontista e professor na Universidade de Barcelona, Khaled Kasem, chefe de ortodontia da Impress.

O paciente pode acompanhar o seu tratamento através de uma aplicação móvel, na qual vai colocando fotografias dos seus dentes para que a equipa possa acompanhar a evolução do alinhamento dentário.

De acordo com a marca, a app recorre à inteligência artificial para analisar o progresso do tratamento e alertará a equipa médica caso ocorra algum imprevisto. Se a equipa entender que é necessário reavaliar o tratamento, informará o paciente para se deslocar a uma das clínicas. Se o tratamento decorrer dentro do normal, o controlo é feito totalmente online.

O preço do tratamento é também “chave-na-mão” e inclui o conjunto de alinhadores, todas as consultas, contenção e branqueamento.

Para casos mais simples, a Impress garante um custo total de 1 975 euros (com tudo incluído). Em casos mais complexos, com duração superior a oito meses, o custo total é de 2975 euros. O pagamento pode ser feito em prestações.

Segundo a marca, os preços baixos são garantidos pela eliminação de todos os intermediários e especialização exclusiva na área da ortodontia invisível.

A Impress conta com 20 clínicas em Espanha e uma em Itália, bem como com uma equipa com 15 anos de experiência.

*Não perca a entrevista com o chefe de ortodontia da Impress, Khaled Kasem, numa próxima edição da revista SAÚDE ORAL, na qual conversámos não só sobre a política de preços e duração dos tratamentos garantidos pela marca, como também sobre a filosofia e objetivos Impress, e ainda a digitalização da ortodontia e vantagens para os pacientes.