Quantcast
Médicos Dentistas

EUA: Médico dentista condenado a 12 anos de prisão após usar hoverboard 

O médico dentista do Alasca, EUA, Seth Lookhart, foi condenado a 12 anos de prisão com oito anos de suspensão, depois de, em 2016, ter sido divulgado um vídeo que mostrava o médico a mover-se em cima de uma hoverboard, durante uma intervenção.

A defesa de Lookhart revela que este foi considerado culpado pela prática de 46 crimes, nomeadamente de perigo deliberado, atos dentários ilegais e fraude na assistência médica.

O juiz do Tribunal Superior de Anchorage, Michael Wolverton, afirmou que “Lookhart quase matou vários pacientes, ao realizar milhares de anestesias sem qualquer formação ou consentimento em pacientes que não faziam parte da sua área de formação e especialização”. O juiz revelou ainda que o médico “roubava dinheiro da Medicaid [programa de saúde dos EUA para pessoas carenciadas] e desviava dinheiro dos seus patrões”.

Segundo avança o jornal Dental Tribune, Seth Lookhart recebeu, em 2016, 1,8 milhão de dólares pelo Medicaid para procedimentos de sedação intravenosa, antes de a sua licença ter sido revogada pelo Conselho Nacional de Odontologia do Alasca no ano seguinte.

De acordo com o procurador-geral adjunto Eric Senta, citado pelo Dental Tribune em declarações à agência de notícias KTUU, “este não é apenas um caso em que o tribunal está a condenar alguém que roubou dois milhões de dólares. […] Lookhart magoou pessoas, pessoas vulneráveis, crianças deficientes. Lookhart recolheu órgãos e quase acabou com a vida das pessoas”.

Este site oferece conteúdo especializado. É profissional de saúde oral?