Quantcast
Investigação

Estudo revela que condições dentárias relacionadas com stresse estão em crescimento

Estudo revela que condições dentárias relacionadas com stresse estão em crescimento

Um novo estudo do American Dental Association (ADA) Health Policy Institute revela que mais de 70% dos médicos dentistas inquiridos detetou um aumento de pacientes que sofriam de bruxismo, uma condição associada com o stresse. Em comunicado, a ADA informa que é um crescimento em comparação aos menos de 60% de médicos dentistas que tinham detetado esse fenómeno no outono do ano passado.

“O aumento ao longo do tempo sugere que as condições relacionadas com o stresse se tornaram substancialmente mais prevalentes desde o início da covid-19”, informa o economista-chefe e vice-presidente do Health Policy Institute da ADA, Marko Vujicic.

O inquérito também descobriu que um pouco mas de 60% dos médicos dentistas detetaram um aumento de outras condições relacionadas com o stresse, como dentes lascados e rachados e sintomas de disfunção da articulação temporo-mandibular, como, por exemplo, dores de cabeça.

Apesar da especulação de notícias recentes de que o uso frequente de máscaras pode afetar a saúde dentária e causar “mask mouth”, o estudo não encontrou nenhuma alteração significativa na prevalência reportada para condições como mau hálito e boca seca em comparação com o período pré-pandemia.

Este site oferece conteúdo especializado. É profissional de saúde oral?