- Saude Oral - https://www.saudeoral.pt -

Estudo: Enxertos gengivais livres “podem encolher mais em torno de implantes do que dentes”

Um estudo realizado por investigadores da Universidade Internacional de Catalunha (UIC [1]), em Barcelona (Espanha), revelou que os enxertos [2]gengivais livres podem levar a um maior encolhimento de enxertos e a uma maior redução da largura e comprimento do tecido com queratina em enxertos em torno dos implantes do que nos que rodeiam os dentes, informa a Federação Europeia de Periodontologia (FEP), em notícia do site [3].

Tal acontece, apesar de, como os investigadores referem, os enxertos gengivais livres poderem ser um tratamento “valioso e previsível” para aumentar a largura do tecido com queratina em torno dos dentes e dos implantes.

Os investigadores compararam as alterações dimensionais no tecido com queratina em torno dos dentes e implantes após um enxerto gengival livre com uma análise posterior, feita um ano depois. Também avaliaram a redução do enxerto e a posição da margem gengival.

O encolhimento do enxerto ocorre durante a fase de cura, mas não se sabe se os enxertos gengivais livres se comportam de forma diferente em torno de dentes e implantes.

Os autores disseram que era necessária uma investigação adicional que comparasse os procedimentos de aumento nos dentes e no implante, com parâmetros padronizados, como a localização do local anatómico do recetor.

A investigação foi resumida para a JCP Digest por estudantes do programa de pós-graduação em periodontologia no Trinity College em Dublin, Irlanda.

Pode ler a investigação aqui [4].