Quantcast
Investigação

Estudo descobre ligação entre hábitos de escovagem em crianças e bem-estar das mães

Um estudo japonês descobriu que crianças com mães que sofrem de depressão pós-parto escovavam os dentes com menos frequência.

Um estudo da Tohoku University Hospital, no Japão, descobriu que crianças com mães que sofrem de depressão pós-parto ou distúrbios de ligação escovavam os dentes com menos frequência. Em comunicado, a universidade informa ainda que, da mesma forma, a frequência com que as crianças escovavam os dentes aumentou quando as mães mostraram forte afeição pelos seus filhos.

O grupo de investigação analisou cerca de 80.000 pares de mães e bebés do Ministry of Environment’s Japan Environment and Children’s Study. A investigação surgiu face à prevalência elevada de casos de cáries dentárias entre crianças japonesas com três anos de idade.

Os investigadores esperam que o estudo promova um maior apoio mental e gestão das mães e que os médicos dentistas incorporem estes fatores na avaliação da saúde oral das crianças.

Futuramente, a equipa envolvida no estudo quer examinar outras influências ambientais na má saúde oral.

O estudo, intitulado “Influence of maternal postpartum depression on children’s toothbrushing frequency”, foi publicado no jornal científico Community Dentistry and Oral Epidemiology.

Este site oferece conteúdo especializado. É profissional de saúde oral?