Quantcast
Investigação

Estudo confirma que recessão gengival aumenta risco de alzheimer

Um estudo da Universidade de Greifswald (Alemanha) confirmou descobertas anteriores de que a recessão gengival aumenta o risco de alzheimer.

Um estudo da Universidade de Greifswald, na Alemanha, confirmou descobertas anteriores de que a recessão gengival aumenta o risco de alzheimer, avança o Dental Tribune International.

“É muito difícil realizar estudos metodologicamente significativos sobre os efeitos da periodontite […]. Só os modelos estatísticos recentemente desenvolvidos permitem-nos simular um ensaio clínico controlado através da recolha de dados disponíveis de pacientes tratados e pessoas não tratadas com a doença”, explicou o autor principal, Christian Schwahn, num comunicado de imprensa da universidade.

Os investigadores analisaram dados de 177 pacientes com periodondite do estudo “Greifswald Approach to Individualised Medicine” e dados de 409 participantes não tratados do estudo “Study of Health in Pomerania”.

Os dados de ressonância magnética (RM) foram usados como um indicador do aparecimento de alzheimer. Eles foram combinados com dados de ressonância magnética da Us Alzheimer’s Neuroimaging Initiative para que pudesse ser usado como uma medida individual da perda de substância cerebral típica da doença de alzheimer.

O tratamento periodontal realizado por um dentista especializado mostrou um efeito positivo na perda de substância cerebral. O efeito foi descrito pelos investigadores como “moderado a forte”. “Os resultados são notáveis na medida em que os doentes periodontais tinham menos de 60 anos na altura do exame de RM e o tempo de observação entre o tratamento dentário e o exame de RM foi, em média, de 7,3 anos”, comentaram os coautores Thomas Kocher e Hans Jürgen Grabe.

“A nossa abordagem centra-se claramente na prevenção e tratamento oportuno da doença gengival […] a fim de evitar tais danos potencialmente consequentes “, disse Thomas Kocher.

Pode consultar o estudo aqui.

Este site oferece conteúdo especializado. É profissional de saúde oral?