Saúde Oral

Criada nova classificação de doenças periodontais e periimplantares

A Academia Americana de Peridontologia (AAP) e a Federação Europeia de Periodontologia (EFP) criaram uma nova classificação para doenças e condições periodontais e periimplantares. De acordo com a Gaceta Dental, o novo sistema pretende ser “uma ferramenta útil e prática para melhorar o tratamento dos pacientes a nível mundial e um aliado para o desenvolvimento de futuras investigações”.

A publicação explica ainda que as dificuldades e limitações de aplicação do anterior sistema de classificação, assim como os conhecimentos científicos atualmente existentes em matéria de Periodontologia, fizeram com que fosse urgente uma mudança de modelo.

Uma das principais novidades deste sistema de classificação é que, pela primeira vez, desparecem as classificações periodontite crónica e agressiva e passa-se a falar de periodontite em vários estádios, de acordo com a severidade e complexidade da doença, e com base em fatores locais, assim como por graus [ver nas tabelas abaixo].

Outra das novidades mais importantes é a introdução e definição das doenças periimplantares dentro da classificação de doenças periodontais. O novo sistema aborda ainda as condições com repercussões periodontais, nomeadamente das lesões periodontais agudas.

Classificação da periodontite por estádios

Classificação da periodontite por graus