Quantcast
Médicos Dentistas

COVID-19: OMD anuncia procedimentos na triagem de pacientes

Constância vai ter consultas de saúde oral no SNS
O bastonário da OMD, Orlando Monteiro da Silva, anunciou ainda uma comunicação para esta tarde.

Perante a evolução do surto de Covid-19 em Portugal, a Ordem dos Médicos Dentistas (OMD) tem anunciado medidas e atualizado a informação disponibilizada aos médicos dentistas.

Agora, a OMD recomenda a realização de uma triagem a todos os pacientes antes da sua deslocação à consulta de medicina dentária, por forma a definir o grau de risco. A informação pode ser consultada na orientação da Direção-Geral da Saúde “Nova Definição de Caso”, que clarifica as definições de “caso suspeito”, “caso provável”, “caso confirmado” e a “classificação do tipo de contacto próximo”.

De acordo com as recomendações, o primeiro contacto deve ser realizado por telefone, com o objetivo de obter informações acerca do estado de saúde do paciente e do seu possível contacto com o vírus.

Sugere-se que o questionário foque as seguintes questões:

  • Viajou para os países de risco nos últimos 14 dias?
  • Tem ou teve febre nos últimos 14 dias?
  • Tem ou teve algum problema respiratório, nomeadamente tosse, nos últimos 14 dias?
  • Esteve em contacto (não protegido) com um caso confirmado de Covid-19?
  • Nos últimos 14 dias, esteve em contacto próximo com alguém que apresentava sintomas respiratórios agudos?

Se o paciente confirmar algum dos sintomas referidos, estiver infetado ou se for imunodeprimido, o médico dentista deverá desmarcar a consulta caso esta não seja urgente. Se se tratar de uma urgência, o médico dentista e a equipa devem adotar as seguintes medidas:

Caso não disponha de EPI (equipamento protetor individual) adequado, o médico dentista não poderá realizar a consulta ao paciente com Covid-19 ou suspeita de Covid-19. De acordo com o enquadramento legal, a OMD tinha alertado anteriormente para a pena de prisão prevista no Artigo 283.º do Código Penal para quem propagar doença contagiosa por negligência, pena que pode variar entre um e oito anos.

A OMD tinha já também disponibilizado informação sobre cuidados preventivos nas consultas de medicina dentária.

Declaração do bastonário da OMD

Na sequência das medidas decretadas pelo Governo ontem, 12 de março, e de uma reunião que decorre hoje entre as várias ordens profissionais da saúde e a ministra da Saúde, Marta Temido, o bastonário da Ordem dos Médicos Dentistas, Orlando Monteiro da Silva, dirigirá ainda esta tarde uma comunicação a todos os médicos dentistas.

Segundo foi possível verificar, através de publicações realizadas no Facebook, a OMD terá enviado um inquérito por e-mail aos médicos dentistas.

De acordo com um comentário do bastonário da OMD, Orlando Monteiro da Silva, ao fim da manhã tinham obtido mais de 3000 respostas.

Apesar das várias iniciativas e comunicações com informação preventiva por parte da OMD, várias são as publicações e comentários que apelam que seja decretado o encerramento das clínicas como medida preventiva, havendo algumas que até já tomaram essa iniciativa.

Até ao momento ainda não é conhecido o resultado da reunião desta tarde.