Quantcast
Saúde Oral

Campanha Perio & Cardio destaca ligações entre saúde periodontal e doenças cardiovasculares

A Federação Europeia de Periodontologia (FEP) e a Federação Mundial do Coração (FMC) lançaram hoje uma campanha pedagógica à escala mundial para destacar as ligações entre as doenças periodontais e cardiovasculares e informar quais os passos que os médicos dentistas, médicos de clínica geral e pacientes devem adotar para a prevenção e tratamento destas patologias.

Com o nome Perio & Cardio, a campanha educacional tem por base o site perioandcardio.efp.org e quer sensibilizar os pacientes com doenças gengivais para o risco mais elevado que têm de sofrer de doenças cardiovasculares, incluindo enfarte do miocárdio e AVC. Segundo a campanha, estes pacientes devem gerir os fatores de risco, como fumar, falta de exercício, excesso de peso, tensão arterial e dietas ricas em gorduras saturadas e açúcares refinados.

Outra das principais mensagens da iniciativa é que os pacientes que sofrem tanto de periodontite como de doença cardiovascular podem ter um risco mais elevado de complicações cardiovasculares e devem seguir cuidadosamente os regimes dentários recomendados.

A iniciativa disponibiliza material educativo dirigido a médicos dentistas, cardiologistas, profissionais médicos e ao público. Os materiais baseiam-se na contribuição científica dos principais especialistas mundiais da FEP e da FMC. O site contém ainda documentos de recomendação, infografias, um filme animado, e outros materiais educativos.

A campanha baseia-se num novo consenso científico fundamentado em evidências sobre as ligações entre doenças periodontais e cardiovasculares e recomendações de especialistas em prevenção e terapia para ambos os tipos de doenças.

Todo o material deriva do relatório de consenso “Periodontite e doença cardiovascular”, publicado em fevereiro pelo Journal of Clinical Periodontology da FEP.

“Perio & Cardio é particularmente importante porque esboça as ligações robustas entre a saúde oral e sistémica, e também salienta que ao salvaguardar a nossa saúde gengival estamos a contribuir ativamente para a nossa saúde cardíaca e cardiovascular”, explica Filippo Graziani, antigo presidente da FEP e coordenador da campanha Perio & Cardio.

A periodontite, a doença gengival mais frequente, tem uma prevalência global de 45-50%, e a sua forma grave afeta 11,2% da população mundial, o que a torna na sexta condição humana mais comum.

As doenças cardiovasculares são responsáveis por 17,9 milhões de mortes por ano a nível mundial (um terço de todas as mortes), incluindo 3,9 milhões na Europa (45% de todas as mortes), sendo as doenças cardíacas isquémicas, AVC, e hipertensão que levam à insuficiência cardíaca as principais causas. Embora as taxas de mortalidade estejam a diminuir, os números absolutos aumentaram nos últimos 25 anos, devido ao envelhecimento da população.

“A maioria das pessoas desconhece perigosamente o risco crescente de doenças cardíacas associadas a uma saúde periodontal deficiente”, explica Jean-Luc Eiselé, CEO da Federação Mundial do Coração. “Este projeto visa sensibilizar não só o público em geral, mas também enfermeiros, dentistas, cardiologistas e outros profissionais médicos que desempenham um papel fundamental na gestão dos fatores de risco de doenças cardíacas entre os seus pacientes. Estamos orgulhosos por estar a unir forças com a Federação Europeia de Periodontologia para destacar esta importante questão.”