Quantcast
OMD

Bastonário da OMD sugere criação de agenda coletiva ibérica

O 30º Congresso da Ordem dos Médicos Dentistas (OMD) reuniu 3 968 participantes no Altice Forum, em Braga.

O bastonário da Ordem dos Médicos Dentistas (OMD), Miguel Pavão, sugeriu a criação de uma agenda coletiva entre Portugal e Espanha com passos concretos para chegar à Comissão Europeia, no âmbito do Fórum Ibérico, realizado em novembro.

A ideia surgiu após a conversa alargada, onde se detetaram realidades muito semelhantes entre Portugal e Espanha, nota a OMD, no seu site. Na sua intervenção, Miguel Pavão notou ainda que esta agenda está já a ser delineada com o Consejo General de Dentistas (entidade que agrega todos os colégios de Espanha), esperando contar com a participação dos representantes do Norte de Espanha.

 

O vice-presidente do Consejo General de Dentistas, Francisco Garcia Lorente, corroborou a perspetiva de Miguel Pavão e acrescentou que “a união é a força” para dar visibilidade a “problemas similares”.

O responsável revelou que os espanhóis se deparam com três grandes preocupações: a publicidade enganosa, a pletora profissional e a urgência de se implementarem as especialidades. Acrescentou ainda que o Consejo tem lutado pela criação de mecanismos que regulem a publicidade agressiva e enganosa, que coloca em causa a qualidade dos tratamentos, a ética profissional e não protege os utentes.

 

Tal como em Portugal, Espanha debate-se com o excesso de médicos dentistas e com a necessidade de se imporem numerus clausus e critérios de qualidade e transparentes para as faculdades.

Mais recentemente, o bastonário da Ordem dos Médicos Dentistas, Miguel Pavão, recebeu o Consejo General de Dentistas o título de membro honorífico, num cerimónia que decorreu no dia 17 de dezembro.

 
Este site oferece conteúdo especializado. É profissional de saúde oral?