Quantcast
OMD

Bastonário da OMD define 2022 como “um Ano de Esperança”

O bastonário da OMD apelou à união dos médicos dentistas ibero-americanos, para que a saúde oral tenha uma voz cada vez mais participativa.

O bastonário da Ordem dos Médicos Dentistas (OMD), Miguel Pavão, endereçou uma mensagem de Ano Novo aos médicos dentistas, no qual definiu 2022 como “um Ano de Esperança”.

Miguel Pavão, em declaração no site da OMD, nota que é possível “neste início de 2022, perceber muito claramente que o esforço feito no decurso do último ano para vacinar o maior número possível de portugueses nos permite hoje encarar o futuro de uma forma bem mais auspiciosa”.

 

O responsável considera que face ao esforço de vacinação e à adaptação e resiliência dos profissionais da dentária “estamos agora melhor protegidos contra as investidas da pandemia e cada vez mais próximos do momento em que esta nova doença poderá passar a ser encarada com naturalidade”:

Apesar disso, nota que “é necessário que continuemos vigilantes e que mantenhamos os protocolos de proteção individual que a pandemia nos obrigou a adotar”.

 

O bastonário nota que “há agora, todavia, fundados motivos para ter esperança e para acreditar que a covid-19 terá doravante um impacto cada vez menor no nosso modo de vida, nos nossos hábitos quotidianos e no funcionamento das empresas e das instituições”.

“É fundamental que as lições adquiridas neste período nos inspirem a regressar a uma certa regularidade e à certeza de que o fundo do túnel está cada vez mais próximo”, concluiu ainda.

 
Este site oferece conteúdo especializado. É profissional de saúde oral?