Quantcast
Saúde Oral

66,7% dos médicos dentistas sente-se sob pressão no trabalho

OMD tem novo Código Deontológico
A conclusão é do Barómetro SAÚDE ORAL 2022, desenvolvido pela Revista SAÚDE ORAL, que pretende conhecer as principais preocupações da classe, a sua satisfação com as condições de trabalho e as áreas que considera merecer maior atenção. Ao longo das próximas edições da revista iremos partilhar com os nossos leitores os resultados deste inquérito − constituído por 10 questões.

Começamos por apresentar os números referentes à satisfação laboral dos profissionais de medicina dentária. Neste campo, 59,5% dos inquiridos manifesta encontrar-se satisfeito com o salário auferido no final do mês. A sua grande maioria − 66,7% − refere sentir-se sob pressão na execução das suas tarefas diárias. Por outro lado, no que ao ambiente de trabalho diz respeito, os profissionais são perentórios nas suas repostas: 85,7% afirma sentir-se agradado com o ambiente de trabalho em que se insere. Quando questionados sobre o equilíbrio que estabelecem entre a sua vida profissional e pessoal as opiniões dividem-se, com 50% dos inquiridos a revelarem encontrarem-se satisfeitos com esta dinâmica e a outra metade não. Por fim, quisemos perceber em quantas clínicas os profissionais exercem a sua função, sendo que 40,5% trabalha numa só clínica; 35,7% em duas; 19% em três; e 4,8% exerce em quatro ou mais.

Aceda aos gráficos aqui, onde poderá ter acesso aos restantes resultados.

 
Este site oferece conteúdo especializado. É profissional de saúde oral?