Seguros de Saúde

Trabalhar com seguros de saúde? Hugo Madeira explica porque fechou a porta a este modelo

Hugo Madeira - clínica dentária - Saúde Oral

Há cerca de dois anos, Hugo Madeira anunciou a decisão de deixar de trabalhar com seguros de saúde. Num post publicado  no seu blog, o médico dentista revela que decidiu “mostrar um pouco do que de facto está subjacente a esta realidade” e defende que “com a adesão maciça dos médicos aos planos de saúde” verifica-se uma “queda da qualidade dos serviços que prestam aos pacientes”.

“Isto acontece porque os preços baixos que são definidos pelos seguros em causa levam as clínicas a prestar cuidados de saúde menos adequados às necessidades dos pacientes e de menor qualidade. Na prática, os médicos acabam por ter de tratar de forma discriminatória os utentes beneficiários de seguros de saúde – diminuir a duração das consultas, diminuir a utilização de medicamentos e dispositivos médicos durante o atendimento, adquirir materiais e equipamentos mais baratos e discriminar em termos de prioridade na marcação de consultas”, revela o médico dentista.

Hugo Madeira cita ainda um estudo recentemente publicado pela Entidade Reguladora da Saúde (ERS) que indicava que “as respostas dos prestadores de cuidados de saúde não aderentes sugerem que há discriminação dos beneficiários de cartões de saúde, aos quais seriam prestados cuidados de saúde menos adequados e com menor qualidade do que os cuidados de saúde prestados a outros utentes”.

Alternativas?

Segundo o médico dentista, o que muitos ainda não perceberam é que “existem outras formas de conseguir trazer pacientes para as suas clínicas, não precisam obrigatoriamente de se alienar e submeter às condições das seguradoras”.

“Na minha clínica investimos em formas de comunicar o nosso trabalho e é assim que todos os dias aumentamos o número de pacientes, pondo a descoberto aquilo que nos diferencia e a qualidade dos nossos serviços”.

Por fim, o médico dentista afirma que “desde que tomei a decisão de atender os meus pacientes unicamente de forma particular posso garantir que presto serviços médicos de alta qualidade. Tenho um número de pacientes ideal, que me permite dedicar o tempo que for preciso a cada um deles e a cada caso específico”.