Ensino

Presidente da CESPU diz que há lóbis que impedem cursos de Medicina no privado

presidente da CESPU diz que há lobis que impedem cursos de medicina no privado

Quem o diz é António Almeida Dias, presidente da Cooperativa de Ensino Superior Politécnico e Universitário (CESPU): em Portugal existe “um conjunto de lóbis” que impedem a abertura de cursos de Medicina nas instituições de ensino privadas.

De acordo com a RTP, que cita o responsável, “há um conjunto de lóbis instalados que entendem que não deve haver ensino médico no privado [em Portugal]”. A CESPU, refere, já apresentou inclusive cinco candidaturas para acolher um curso de Medicina e já foi “avaliada positivamente em todos os parâmetros”. Contudo, há cerca de dois anos, numa dessas candidaturas viu serem aprovados determinados parâmetros e chumbados outros, situação que se inverteu numa outra candidatura.

“É um escândalo, mas é assim”, refere António Almeida Dias. Além de Medicina, a CESPU já apresentou também candidaturas para abrir três outros cursos na área da Saúde – Fisiologia Clínica, Ciências Biomédicas Laboratoriais e Imagem Médica e Radioterapia – cursos que a instituição espera poder abrir já no próximo ano letivo.