Medicina Dentária

Portuguesa recebe o Harold Litvak Award

Portuguesa recebe o Harold Litvak Award

A portuguesa Kimberly MacGregor viu ser-lhe atribuído o Harold Litvak Award, uma distinção da New York University, nos Estados Unidos da América, que todos os anos é atribuída a um estudante de segundo ano da Prós-Graduação em Prostodontia. Em entrevista à revista Saúde Oral, Kimberly McGregor refere que foi com muito “orgulho” que recebeu a notícia.

“A notícia foi partilhada simultaneamente com todo o departamento, corpo docente, staff e residentes através de notificação eletrónica. Eu estava a terminar um procedimento clínico num paciente quando o meu cubículo foi invadido de colegas a congratularem-me pelo prémio. Foi uma surpresa enorme, um momento muito gratificante. É um orgulho enorme receber tal reconhecimento de entre um grupo cheio de talento e potencial por parte dos professores e diretores do departamento de Prostodontia da NYU. O prémio simboliza a distinção do esforço e dedicação que tenho partilhado durante o meu percurso no programa da especialidade. Sendo um prémio de reconhecimento académico com valor monetário é igualmente motivador no sentido em que procura incentivar a nova geração de especialistas a patrocinar e a apoiar o futuro da carreira académica das gerações futuras. É sem dúvida um orgulho poder representar Portugal e o potencial que os portugueses no estrangeiro tão consistentemente têm vindo a demonstrar.”

Sobre a sua experiência em Nova Iorque, a médica dentista portuguesa refere que “tem sido bastante enriquecedor desde os conhecimentos adquiridos aos casos clínicos concluídos, passando pelas experiências multiculturais, o que é inspirador pelo contacto próximo com alguns dos grandes pioneiros na Medicina Dentária. Tive a sorte de, desde o início do meu percurso aqui em 2013 até este ano, ter tido companhia portuguesa no mesmo departamento (Dra. Ana Sofia Lopes e Dra. Ana Filipa Gonçalves no Programa Internacional de Prostodontia e Dr. João Malta Barbosa no Programa Internacional e de Especialidade em Prostodontia). Vou sem dúvida sentir saudades da companhia e amizade no meu último ano da especialidade.”

O regresso a Portugal não está fora dos planos, mas para já as metas a curto e médio prazo passam pela conclusão do programa de especialidade no próximo verão “e exercer a nível académico e privado.”