Saúde

Sites de saúde são visitados por mais de 550 mil portugueses todos os meses

Sites de saúde são visitados por mais de 550 mil portugueses todos os meses

Todos os meses, cerca de 551 919 portugueses visitam páginas de Internet do setor da saúde. A conclusão é do estudo Comportamento da População Portuguesa na Internet, desenvolvido pela empresa de dados PSE, que indica que, em média, cada visita a páginas de Internet deste setor tem uma duração superior a um minuto.

Cada internauta português realiza, diariamente e em média, cerca de 74 visitas à Internet, despendendo cerca de duas horas por dia em navegação, revela ainda o documento.

Além disso, segundo o estudo, existem em Portugal 15 perfis diferentes de internautas. O “The Browser” é o perfil com maior presença na Internet em Portugal, representando 25% dos internautas portugueses, e caracteriza-se por uma navegação genérica e indiferenciada. Seguem-se os “Struggling Generation”, internautas jovens de classe média-baixa e com profissões menos qualificadas. O terceiro perfil mais presente na Internet em Portugal é o “Bon Vivant”, internautas que utilizam a Internet numa ótica de diversão e lazer.  Destaque ainda para o perfil “Power User”, que, embora represente apenas 5% dos internautas portugueses, é responsável por 22% do total de visitas realizadas mensalmente na Internet, sendo considerados os internautas que estão sempre online.

De resto, ficamos a saber que os portugueses que navegam na Internet são, na maioria, homens entre os 25 e os 36 anos, têm formação superior, trabalham em profissões associadas à gestão ou trabalho administrativo, pertencem à classe social C2 ou D e vivem em zonas urbanas.

A comunicação social (Média) é o setor que os portugueses visitam mais na Internet (com uma média de 117 visitas mensais por internauta), seguindo-se os Classificados (80 visitas por mês), Retalho (44), Banca (26) e Turismo (23). No que concerne ao tempo de navegação, verifica-se que é nos Classificados que, em média, os internautas passam mais tempo (98 segundos por visita), seguindo-se o Retalho (93 segundos), Automóvel (91 segundos), Turismo (88 segundos) e Telecomunicações (82 segundos).