Investigação

Repetida exposição a raio-X dentário pode aumentar risco de desenvolvimento de cancro da tiroide

Repetida exposição a raio-X dentário pode aumentar risco de desenvolvimento de cancro da tiroide

A exposição repetida a raio-X dentários pode estar associada a um aumento do risco de desenvolvimento de cancro da tiróide ou meningioma, revela um estudo realizado por investigadores da Brighton and Sussex Medical School.

Atualmente, todos os anos são diagnosticados 3500 novos casos de cancro da tiroide e 1850 novos meningiomas no Reino Unido, números que, de acordo com os investigadores, têm vindo a aumentar de ano para ano nas últimas três décadas.

O estudo agora publicado sugere que, por detrás da tendência, pode estar a elevada e repetida exposição a raio-X da cavidade oral, glândula da tiroide e meninges.

“Apesar do risco individual, com as tecnologias e os equipamentos modernos, ser baixa, a proporção de população exposta é elevada. Considerando que cerca de um terço da população global em países desenvolvidos está de forma rotineira exposta a um ou mais raio-X dentários por ano, estes resultados manifestam a necessidade de se reduzir, o mais possível, a exposição à radiação como forma de diagnóstico”, indicam os investigadores responsáveis pelo estudo.

Conheça o estudo em detalhe aqui.