Ensino

Reitor da Universidade Fernando Pessoa julgado por desvio de 3 M€

Reitor da Universidade Fernando Pessoa julgado por desvio de 3 M€

O reitor da Universidade Fernando Pessoa, Salvato Trigo, está a ser julgado no Tribunal Judicial da Comarca do Porto por um alegado desvio de três milhões de euros da instituição para seu benefício próprio. De acordo com o jornal Público, em causa estão vários esquemas que o reitor da instituição privada deverá ter montado para fazer sair avultados valores dos cofres da fundação que detém aquela universidade para uma empresa cujos sócios são ele próprio e a sua família (mulher e filhos).

Em declarações ao Público, o reitor da Universidade Fernando Pessoa defende que “a acusação é completamente falsa” e que “isto é uma vingança de um antigo técnico oficial de contas da instituição”.

Salvato Trigo foi, no final dos anos 90, quando era diretor da Escola Superior de Jornalismo do Porto, condenado a dez meses de prisão, suspensos, por um processo relacionado com o desvio de subsídios do Fundo Social Europeu.

Agora, o reitor da Universidade Fernando Pessoa incorre numa pena de prisão até três anos ou com pena de multa.