Medicina Dentária

Polémica associada a Trump alastra para indústria dentária

Polémica associada a Trump alastra para indústria dentária

O fundador e CEO da Ultradent, Dan Fischer, escreveu uma carta aberta apelando aos americanos para virarem costas à presidência de Trump. Em resposta à reação do presidente americano aos acontecimentos trágicos que ocorreram nos dias 12 e 13 de agosto em Charlottesville (Virginia), a carta de uma página divulgada pelo USA TODAY elevou a polémica, passando da área política para a indústria dentária.

Na frase de abertura, Fischer escreveu: “Como fundador e CEO de Ultradent Products, Inc., um produtor com orgulho em ser americano, que emprega mais de 1400 americanos e que exporta 65 % do que produz, acredito ser o meu dever e obrigação fazer ouvir a minha voz. Apontando os valores da empresa Ultradent – integridade, qualidade, cuidado, inovação e trabalho árduo – como linhas orientadoras na sua liderança Fischer expressou a sua desaprovação daquilo que descreve como um Trump “fora de controlo” e chegando até a afirmar que “se um dia me encontrar na presença de Donald Trump irei virar-lhe as costas, literalmente”.

Este apelo à ação tão frontal de Fisher não foi recebido de braços abertos por todos na área dentária, com alguns apoiantes leais a Trump que trabalham nesta indústria a sugerir, via Facebook, que os americanos e os dentistas virem as costas aos produtos Ultradent. Uma reação contestada por pessoas individuais, que sugeriram triplicar os seus stocks para compensar qualquer ação deste tipo.

Na carta, agora publicada em turnyourbacks.org, um site criado por Fisher, ele concluiu ao dizer: “A todos aqueles, entre vós, que apoiam esta pessoa ou não se sentem confortáveis com a ideia de virar as costas, quero dizer que vos considero também meus compatriotas americanos e que defendo igualmente o vosso direito à liberdade de expressão. Façam aquilo que ditar a vossa consciência.”