Investigação

Peixe papagaio: a solução para desenvolvimento de novos biomateriais?

Peixe papagaio: a solução para desenvolvimento de novos biomateriais?

Os dentes dos peixes-papagaio (Scaridae) são considerados os mais fortes e os mais resistentes à abrasão em todo o mundo animal. Com o objetivo de conseguir desenvolver um novo biomaterial, uma equipa de investigadores tentou reproduzir a estrutura dentária desta espécie, determinando quais as propriedades que fazem dos dentes destes peixes tão fortes que lhes permitem trincar até corais.

De acordo com o Dental Tribune, que cita Matthew Marcus, investigador do Lawrence Berkeley National Laboratory, nos EUA, e principal responsável por este estudo, existem muito poucos tipos de dentes na natureza que sejam tão fortes como os dentes dos peixes-papagaio. Por detrás desta rigidez, dizem os autores do estudo, estão os corais. Esta espécie de peixe mordem os corais e assimilam parte do material orgânico que estes possuem, o que faz com que os dentes desta espécie de peixes seja tão forte.

Para analisar as propriedades dos dentes dos peixes-papagaio, os investigadores realizaram várias análises químicas e conseguiram descobrir que os materiais presentes na sua dentição são normais, mas que a forma como os cristais dos dentes está organizada é diferente.

“Os resultados mostram que na natureza, as estruturas complexas evoluem para desempenhar determinadas funções extraordinárias, como morder corais, utilizando materiais simples e pouco sofisticados. Os materiais produzidos pelo Homem, em contraste, habitualmente fazem o oposto, que é usar materiais high-tech com estruturas básicas”, refere Matthew Marcus.

Saiba mais sobre a investigação aqui.