Prémios Saúde Oral 2018

Pedro Crispim: “É, no fundo, uma sensação de dever cumprido”

Pedro Crispim: “É, no fundo, uma sensação de dever cumprido”

Pedro Crispim foi o vencedor deste ano do Prémio Figura do Ano na Área de Oclusão, nos Prémios Saúde Oral 2018. Uma distinção que, para Pedro Crispim, significa “o reconhecimento do trabalho que tenho desenvolvido nesta área que abracei desde a minha graduação. Mais do que sentir-me reconhecido por todos os pacientes que tenho tratado ao longo dos meus 17 anos de carreira profissional, é a alegria o grande sentimento gratificante de ser reconhecido pelos meus pares, que me escolheram e que reconhecem o meu trabalho”.

Para o médico dentista, “estes são também 17 anos dedicados à docência, à arte de transmitir o conhecimento que, em tempos, também a mim me foi transmitido pelos meus ilustres Professores. É, no fundo, uma sensação de dever cumprido e de sentir que estou a percorrer o caminho certo na Medicina Dentária”.

Pedro Crispim vê os Prémios Saúde Oral como algo que “já nos habituamos presenciar todos os anos. Penso que têm já um carácter de alguma tradição, e boa, que promove o mérito na prática da Medicina Dentária em Portugal. A existência de um evento que premeia os profissionais desta área, relativamente jovem em Portugal, é algo que eleva a Medicina Dentária, dignifica a profissão e a credibiliza”.

O médico dentista defende a divulgação da iniciativa poderá ser mais completa caso seja “estendida ao público em geral, dando a conhecer a importância da medicina dentária em Portugal mas, mais importante ainda, dar a conhecer a todo o país, senão mesmo além fronteiras, a qualidade da medicina dentária em Portugal e o mérito dos seus profissionais”.