Tecnologia

Maioria dos pacientes opõe-se à utilização de robots na medicina dentária

Maioria dos pacientes opõe-se à utilização de robots na medicina dentária

A evolução da robótica poderá fazer com que, muito em breve, sejamos atendidos por robots em várias áreas da medicina. Contudo, a velocidade a que isso deverá acontecer poderá ser ditada pela abertura dos pacientes a essa realidade, que de acordo com um estudo é ainda pouca!

O estudo, realizado nos Estados Unidos da América, quis perceber se os pacientes estão ou não abertos à realização de procedimentos dentários por robots. Os 502 inquiridos mostraram estar bastante divididos, mas a maioria (51%) não é favorável à utilização de robots na medicina dentária, sobretudo quando em causa estão procedimentos como tratamento do canal radicular, extração de dentes e cirurgia periodontal, com 66% dos inquiridos a revelar que se opõe à ideia de ter um robot a executar estes procedimentos.

De acordo com o estudo, por outro lado, os procedimentos em que os pacientes se mostram mais confortáveis com a utilização de robots são as limpezas dentárias e os branqueamentos dentários, com apenas 32% a revelar que se opõe à sua utilização.

83%, porém, refere que estaria disposto a deixar que um robot realizasse um destes dois procedimentos se o preço do tratamento fosse reduzido para metade.