Investigação

Investigadores da Universidade de Nova Iorque recebem 3,6 M$ para estudar prevenção de cáries

Investigadores da Universidade de Nova Iorque recebem 3,6 M$ para estudar prevenção de cáries

Um grupo de investigadores da Faculdade de Medicina Dentária da Universidade de Nova Iorque vai receber um financiamento de 3,6 milhões de dólares para investigar a prevenção de cáries dentárias e a eficácia de programas dentários escolares na região de New Hampshire, nos Estados Unidos da América. O financiamento é do National Institute on Minority Health and Health Disparities.

O valor será distribuído ao longo de cinco anos num programa que irá beneficiar seis comunidades rurais em New Hampshire, providenciando cuidados orais a mais de 12 mil crianças desde a pré-escola ao sexto ano de escolaridade. O objetivo, de acordo com os responsáveis pelo estudo, é comparar a eficácia de duas técnicas de prevenção de cáries dentárias: a utilização de flúor e um tratamento com selantes e flúor.

Esta não é a primeira vez que a Faculdade de Medicina Dentária da Universidade de Nova Iorque estuda a eficácia dos programas de prevenção de cáries dentárias nas escolas norte-americanas. Um estudo realizado anteriormente em escolas em New Hampshire, Nova Iorque, Massachusetts, Maine e Colorado já havia revelado que este tipo de programas consegue reduzir as cáries dentárias em idade escolar em dois terços.