Eventos

SPED Rookies: destaque para os novos e futuros talentos da reabilitação oral e estética

SpedRookies - oradores - Saúde Oral

No próximo dia 8 de dezembro realiza-se em Gondomar mais uma edição do SPED Rookies. Falámos com Patrícia Manarte, presidente da Comissão Organizadora, que levantou a ponta do véu sobre o que se vai passar no evento.

Quais os objetivos da edição deste ano do SPED Rookies?

A Sociedade Portuguesa de Estética Dentária (SPED) organiza o SPED Rookies 2017 no dia 8 de Dezembro, no Hospital Escola da Universidade Fernando Pessoa (HE-UFP), em Gondomar, Porto. O programa científico pretende dar a conhecer e potenciar os Novos e Futuros Talentos da Reabilitação Oral e Estética. O programa inclui a participação de 18 jovens conferencistas nacionais e haverá lugar à realização de dois cursos práticos, no âmbito da Dentisteria e Reabilitação Oral Estética e na área da Cirurgia Plástica Periodontal. Cada vez mais é fundamental estabelecer sinergias entre a evolução técnica, tecnológica, científica e prática, por forma a aumentar a previsibilidade e sucesso da Reabilitação Oral e Estética, considerando para isso a integração de várias áreas da Medicina Dentária. Nos pontos-chave deste evento destacamos a conjugação de dois elementos: a importância de conceitos pilares da Medicina Dentária Estética, com evidência científica, e a aplicação de novas tecnologias, considerando as vantagens e limitações técnicas e a evidência disponível na atualidade.

Qual o tema da edição deste ano e porquê a escolha desse tema?

O SPED Rookies 2017 pretende potenciar Novos e Futuros Talentos da Reabilitação Oral e Estética Dentária. A SPED aposta na geração presente e futura. Os jovens têm dinâmicas arrojadas e cada vez mais devem participar na definição de estratégias das sociedades científicas. Para tal é fundamental promover a integração e participação de jovens em conferências e cursos devidamente acompanhados, definindo desafios que promovam autonomia e responsabilidade nos Novos Talentos da Reabilitação Oral Estética.

Qual o critério de escolha dos oradores deste ano?

A escolha fundamentou-se pela definição dos propósitos do programa, tentando uma abrangência geográfica nacional de jovens talentos. A Comissão Organizadora e a Direção da SPED, sob regulamentação da Comissão Científica SPED, criaram um programa científico diversificado em conteúdos e protocolos, que englobam desde as técnicas de reabilitação oral diretas, como as indiretas, preservando estruturas dentárias ou recorrendo a dispositivos médicos para reabilitação estética. Adicionalmente foi idealizada a realização de dois Cursos Práticos concebidos por jovens formadores, usando técnicas convencionais e novas tecnologias.

A nova edição do SPED Rookies mostra o empenho dos jovens profissionais de medicina dentária em mostrar as suas valências?

Certamente que sim. O desafio de realização de dois cursos práticos com jovens formadores, devidamente orientados, constitui um desafio na dinâmica do evento. As valências deixam de ser teóricas e passam ao âmbito da prática e contacto com materiais e técnicas. A SPED cada vez mais terá que abrir portas aos jovens por forma a promover a orientação e a partilha de evidências científicas da atualidade com as competências técnicas entre gerações do passado, do presente e do futuro.

Considera que esta é uma oportunidade de colocar em contacto os jovens médicos dentistas com os profissionais com mais experiência?

Sim. No atual formato de formação académica e profissional é fundamental o acompanhamento, a integração e partilha de áreas mais específicas da Medicina Dentária, com vista à preparação dos jovens para os novos desafios associados à prática clinica da reabilitação oral e estética. Numa atualidade geracional em que a informação está totalmente disponível e a curta distância é fundamental assegurar a seleção criteriosa da evidência científica e a partilha, de sucessos e insucessos, da evidência baseada na prática.