Investigação

Estudo revela que pasta de dentes não protege contra erosão e sensibilidade

Estudo revela que pasta de dentes não protege contra erosão e sensibilidade

Basta uma visita a um supermercado para perceber que existem centenas de referências de pastas de dentes, cada uma com a sua promessa: dentes mais brancos, eliminação do tártaro, menos sensibilidade dentária… Mas um estudo recentemente publicado parece indicar que as promessas não passam de isso mesmo: afinal, as pastas dentes podem não conseguir proteger os dentes contra problemas como a erosão e a sensibilidade dentária.

Para chegar a esta conclusão, um grupo de investigadores da Universidade de Berna e da São Paulo Research Foundation analisou nove pastas dentífricas e nenhuma foi capaz de mitigar os efeitos da erosão do esmalte dentário, uma das causas da sensibilidade dentária.

De acordo com os autores do estudo, todas as pastas de dentes analisadas têm uma função, mas devem ser usadas como complementos e não como um tratamento completo, já que para conseguir tratar questões como a erosão dentária e a sensibilidade dentária deve ser utilizado um tratamento prescrito por um dentista, utilizada uma pasta de dentes apropriada e deve ser feita uma mudança de estilo de vida.

“A erosão dentária é multifatorial. Tem a ver com a escovagem e, acima de tudo, com a dieta do paciente. A comida e as bebidas são cada vez mais ácidas, como resultado dos processamentos industriais”, defendem os investigadores.

Conheça o estudo em detalhe aqui.