Medicina Dentária

Dentistas sujeitos a mesmas regras que técnicos de prótese dentária na criação de dispositivos médicos

Dentistas sujeitos a mesmas regras que técnicos de prótese dentária na criação de dispositivos médicos

A Comissão Europeia definiu novas regras para os dispositivos médicos feitos à medida, depois da European and International Federation of Dental Laboratory Owners and Dental Technicians (FEPPD) ter defendido que as tecnologias CAD/CAM vieram permitir que os médicos dentistas produzam determinadas próteses dentárias, criado um efeito de “concorrência desleal” com os técnicos de prótese dentária e laboratórios, sujeitos a normativas diferentes dos restantes profissionais.

Com as novas especificações da Comissão Europeia, os dispositivos médicos criados para utilização de determinado paciente [à medida] passam a estar sujeitos aos mesmos regulamentos e especificações que os restantes dispositivos médicos em termos de qualidade e rastreabilidade de materiais independentemente de terem sido produzido por um técnico de prótese dentária ou por um médico dentista.

“As próteses dentárias são criadas com a intenção de estarem presentes na boca do paciente durante várias décadas. O maior rigor em termos de responsabilização e proveniência e qualidade dos materiais usados é indispensável. É um direito de qualquer paciente no seu papel de consumidor”, defende Laurent Munerot, Presidente da FEPPD.

A federação defende também que as novas normas da Comissão Europeia vêm “remover qualquer ambiguidade: seja médico dentista ou técnico de prótese dentária, qualquer pessoa que produza uma prótese dentária terá que cumprir os mesmos regulamentos”.