SNS

Dentistas nos centros de saúde já fizeram mais de 50 mil tratamentos

Dentistas nos centros de saúde já fizeram mais de 50 mil tratamentos

O projeto-piloto criado pelo Governo para introduzir médicos dentistas em 13 centros de saúde da região de Lisboa e Tejo já beneficiou cerca de 16 760 utentes em apenas um ano, com mais de 50 mil tratamentos realizados.

Os dados foram divulgados pela Direção-Geral de Saúde (DGS), que anunciou também recentemente que até ao final do ano o projeto será implementado em 34 novos centros de saúde, passando a estar disponível em 59 unidades.

De acordo com o secretário de Estado adjunto e da Saúde, Fernando Araújo, esta iniciativa é uma forma de reparar “uma injustiça” cometida durante muitos anos pelo Serviço nacional de Saúde (SNS), que deixava de fora os profissionais de medicina dentária.

“Não foi por falta de excelentes profissionais, mas porque no passado isso não foi a aposta de ministérios, de governos e de ‘Estados’, por inúmeras razões. Agora queremos repor a saúde oral no centro do sistema, como uma das prioridades do SNS, e ela veio para ficar”, defende.

Os números da Direção-Geral de Saúde mostram que até agora, os 13 centros de saúde que receberam o projeto inicialmente – Alenquer, Arruda dos Vinhos, Azambuja, Cartaxo, Costa da Caparica, Fátima, Lourinhã, Mafra, Moita, Montemor-o-Novo, Portel, Rio Maior e Salvaterra de Magos – trataram 16760 utentes em 25640 consultas de medicina dentária, num total de 28 900 tratamentos básicos e 20 270 procedimentos complementares.

O projeto foi entretanto introduzido nas unidades de cuidados primários de Arouca, Castelo de Paiva, Celorico de Basto, Cinfães, Damaia, Estremoz, Faro, Freixo de Espada à Cinta, São João da Pesqueira, Moimenta da Beira e Tabuaço e em breve chegará a Alfandega da Fé, Algueirão, Bragança, Cacém (Olival), Carnide, Carrazeda de Ansiães, Carregal do Sal, Castelo Branco (Izeda), Macedo de Cavaleiros, Matosinhos (Leça), Miranda do Douro, Mirandela, Mogadouro, Monte Pedral, Moscavide, Odivelas, Ovar, Paço de Arcos, Portimão, Porto (Aldoar, Barão de Nova Sintra e São João), Póvoa de Santo Adrião, Queluz, Santa Comba Dão, São João da Talha, Santo António de cavaleiros, Tavira, Torre de Moncorvo, Torre de Dona Chama, Vila Flor, Vimioso, Vinhais e Vouzela.