Saúde

Comissão Europeia recomenda melhoria na medicina dentária portuguesa

Comissão Europeia recomenda melhoria na medicina dentária portuguesa

A Comissão Europeia fez um diagnóstico aos cuidados de saúde na União Europeia e defende que Portugal deve apostar em melhorias na medicina dentária, na saúde e nos cuidados paliativos. De acordo com a RTP, a Comissão Europeia recomendou ainda uma resposta à “escassez de médicos de família”.

“Apesar do sucesso inicial das medidas aplicadas em termos de redução de custos e de aumento da eficiência, subsistem vários desafios, nomeadamente a aplicação de medidas eficazes de garantia da sustentabilidade financeira, acompanhada da melhoria das áreas de prestação deficitárias, como os cuidados de medicina dentária, a saúde mental e os cuidados paliativos”, diz a Comissão Europeia.

O relatório da Comissão Europeia sublinha também o facto de Portugal ter um Serviço Nacional de Saúde que cobre toda a população com todos os cuidados com exceção dos cuidados de medicina dentária e o facto de persistirem ainda “desigualdades no acesso aos cuidados de saúde”.

De acordo com Bruxelas, apesar de “menos de metade dos cidadãos portugueses” dizerem gozar de boa saúde, “a esperança de vida à nascença aumentou mais de quatro anos desde 2000 e é superior à média da União Europeia.” As causas de morte mais comuns continuam a ser as doenças cardiovasculares e alguns tipos de cancro, contudo, a taxa de mortalidade devido a essas doenças tem vindo a diminuir no país.