Cancro Oral

Cancro oral: pacientes idosos têm maior risco de sofrer de depressão

check-up dentário

Quem o diz é a Oral Health Foundation: os pacientes idosos com cancro oral têm maiores probabilidades de serem admitidos em hospitais devido a casos de depressão. A conclusão foi recentemente apresentada por um estudo que mostra que os homens com mais de 50 anos e com cancro oral tinham 56% mais probabilidades de darem entrada num hospital com depressão.

Segundo os autores do estudo, esta doença mental surge como uma resposta não só aos problemas orais causados pelo cancro oral, mas também devido à natureza dos tratamentos, que frequentemente afetam a capacidade de comunicar, comer e até respirar.

Nigel Carter, CEO da Oral Health Foundation, explica que “esta investigação é muito preocupante tendo em conta que a maioria das pessoas diagnosticadas com cancro oral são homens com mais de 50 anos. Devemos estar alerta para este problema e oferecer apoio emocional, ainda antes destes pacientes serem diagnosticados”, já que o estado emocional do paciente tem um elevado impacto na eficácia do tratamento.

De acordo com dados recentemente publicados pela Cancer Research UK, os cancros orais aumentaram em cerca de 68% nos últimos 20 anos. Nesse sentido, o King’s College London Dental Institute publicou um guia que pretende ajudar os médicos dentistas a abordar o tema do cancro oral com os seus pacientes.