SNS

Cafetarias do SNS proibidas de vender produtos com alto teor de sal, açúcar ou gordura

Cafetarias do SNS proibidas de vender produtos com alto teor de sal, açúcar ou gordura

Os bares e cafetarias dos hospitais e centros de saúde do Serviço Nacional de Saúde (SNS) estão agora proibidos de vender águas aromatizadas, bebidas energéticas e bebidas com cola ou extrato de chá, rebuçados, caramelos, pastilhas com açúcar, gomas e snacks doces ou salgados.

A medida do Executivo proíbe também novos contratos a venda de chocolates em embalagens superiores a 50g, chocolates com recheio, bebidas com álcool e molhos como ketchup, maionese ou mostarda e exige que seja disponibilizada a todos os utentes água potável gratuita e de garrafa.

O despacho define ainda que os novos contratos para a concessão de espaços destinados à exploração de bares, cafetarias e buffets estão proibidos de ter publicidade ou vender refrigerantes ou refeições rápidas como hambúrgueres, cachorros quentes, pizzas ou lasanhas.

A lista de alimentos permitidos inclui, por exemplo, leite simples meio-gordo/magro, iogurtes meio-gordo/magro, queijos curados ou frescos e requeijão, sumos de fruta e/ou vegetais naturais, bebidas que contenham pelo menos 50% de fruta e/ou hortícolas, monodoses de fruta e pão, preferencialmente de mistura com farinha integral e com menos de 1g de sal por 100g.