Investigação

Ambiente alimentar das escolas influencia prevalência de cáries nas crianças

Ambiente alimentar das escolas influencia prevalência de cáries nas crianças

A prevalência de cáries dentárias em crianças pode ser influenciada pelo ambiente alimentar das escolas que frequentam. A conclusão é de um estudo realizado no Canadá, que indica que as opções dentro e fora das escolas podem afetar a saúde global das crianças, sugerindo que opções alimentares existentes na vizinhança das escolas podem ter impacto na saúde oral das crianças.

A análise foi feita em várias escolas da região de Montreal, no Canadá, com recurso a dados recolhidos durante duas visitas a estas escolas, uma em 2008 e outra em 2011. Em análise estiveram fatores como as características dos estabelecimentos à volta das escolas e dentes cariados, em falta ou restaurados.

No total foram avaliadas 330 crianças de 200 escolas, tendo sido identificados três tipos de ambientes escolares distintos. Nos tipos 1 e 2 considerou-se existirem fortes programas dedicados à alimentação saudável, enquanto o tipo 3 foi caracterizado como aquelas com programas fracos. Além disso, no tipo 1, as escolas tinham vizinhança com ambientes alimentares considerados favoráveis, enquanto nos tipos 2 e 3 a vizinhança foi considerada com menos favorável.

Os resultados revelam que as crianças que estudam em escolas de tipo 1 e tipo 2 tinham percentagens 21% e 6%, respetivamente, mais baixas de incidência de cáries dentárias face às crianças de escolas de tipo 3.