SNS

Governo cria grupo de trabalho para avaliar integração de médicos dentistas no SNS

dentistas a fazer extração

O grupo de trabalho vai “avaliar a criação de uma futura carreira de médico dentista no SNS” e entrará em funções já em maio, disse à SAÚDE ORAL o secretário de Estado Adjunto e da Saúde. Fernando Araújo adiantou que o grupo integrará, entre outras entidades, a Ordem dos Médicos Dentistas.

“O Ministério da Saúde está a elaborar um despacho que irá permitir a constituição de um grupo de trabalho”, assegura o governante, sublinhando: “trata-se de uma nova etapa, num processo planeado e já publicamente assumido pelo Ministério da Saúde, e que se segue ao sucesso da constituição das primeiras 13 experiências-piloto, que começaram o ano passado, e com a introdução, este ano, de novos locais e estandardização de outros, para alargar esta visão a cerca de 50 unidades saúde integradas em Agrupamentos de Centros de Saúde das cinco regiões do País”.

Fernando Araújo salienta que, com o trabalho desenvolvido e a desenvolver, “pretende-se estabelecer as bases técnico-científicas e jurídicas para a criação de algo inovador e que definitivamente consagre os médicos dentistas como profissionais de elevado valor no Serviço Nacional de Saúde, nomeadamente no âmbito das equipas de saúde familiar, nos Cuidados de Saúde Primários, o que permitirá seguramente contribuir para a diferenciação e para a melhoria da qualidade na prestação de cuidados de saúde oral aos cidadãos, bem como aumentar a segurança e estabilidade dos profissionais e das equipas onde se encontram inseridos”.

Este anúncio vem na sequência de reivindicações de há muito da OMD e, mais recentemente, da contestação de um grupo de médicos dentistas às regras do concurso de acesso ao SNS (que ainda decorre), considerando que assenta na precariedade.