Investigação

Estrogénio e doença periodontal: sabe qual é a ligação?

doenças periodontais

A terapia hormonal de estrogénio pode ajudar a reduzir a periodontite em mulheres na pós-menopausa. A conclusão é de um estudo recentemente publicado na revista científica da North American Menopause Society e reforça a ideia de que o estrogénio pode ajudar a reduzir os efeitos de várias doenças, como aliás já havia sido estudado por investigadores portugueses.

De acordo com o Dental Tribune, o estudo agora publicado avaliou 492 mulheres na pós-menopausa, 113 das quais foram submetidas a tratamentos para a osteoporose e 379 não, e indica que as mulheres que receberam tratamentos sistemáticos de estrogénio durante seis meses e estrogénio e progesterona, cálcio e suplementos de vitamina D, tinham casos de periodontite menos severa do que as pacientes que não receberam tratamentos para a osteoporose.

De acordo com os resultados, a prevalência de periodontite severa revelou-se também 44% mais baixa nas mulheres que receberam tratamentos para a osteoporose, face às que não receberam este tratamento.

“Este estudo demonstra que a terapia hormonal de estrogénio, que já se revelou eficaz na prevenção de perda óssea, pode também prevenir o agravamento das doenças orais e da gengiva. Todas as mulheres, e especialmente aquelas com baixos níveis de estrogénio ou a fazer um tratamento para a osteoporose à base de bisfosfonatos, deveriam fazer tratamentos dentários como parte de um estilo de vida saudável”, defende JoAnn Pinkerton, Diretor Executivo da North American Menopause Society.