Dentalbizz

Dentalbizz reúne mais de 100 dentistas para ‘pensar diferente’

O desafio estava bem claro desde cedo: Think Different, Challenge Yourself. E foram mais de 100 os médicos dentistas que aceitaram o desafio e estiveram presentes na 7ª edição do Dentalbizz, o evento de marketing e gestão que decorreu no passado dia 27 de junho no Lagoas Park Hotel, em Lisboa.

Bruno Seabra, em representação da SPEMD – Sociedade Portuguesa de Estomatologia e Medicina Dentária, começou por dar as boas-vindas a todos os presentes e reforçou a importância de um evento como o Dentalbizz para abordar as temáticas de gestão, uma área nem sempre fácil para médicos dentistas. Bruno Seabra sublinhou a importância de investir em marketing e de como marcas como a Nike ou a Apple seguem o conceito Think Different para se diferenciarem da concorrência. “É importante perceber o que precisam os nossos pacientes e as pessoas que trabalham connosco”.

A sessão de conferências abriu com Ricardo Machado, diretor de recursos humanos da Altran, que iniciou o ciclo de apresentações com a palestra sobre técnicas para construir e motivar uma equipa de sonho. Tudo começa com planeamento: que tipo de equipa queremos? Quais os objetivos? Que meio necessitamos? E quando tempo temos? “Saber o que se quer e para que se quer é fundamental para alcançar o sucesso”, referiu. Ricardo Machado apresentou várias ‘dream team’, como a equipa de futebol do Barcelona, a equipa de sonho da NBA ou os Beatles, para exemplificar que tão ou mais importante que construir uma equipa de sonho é manter essa equipa unida e coesa.

E quando não é possível resolver os problemas é necessário “aprender a deixar ir sempre que não conseguimos fazer as pessoas evoluírem mais, sempre que não conseguimos dar o que desejam, sempre que estejam a impedir a evolução dos colegas e que sejam tóxicas”.

Dar o exemplo

Seguiu-se a palestra de Sónia Costa, responsável pela Clínica Dentária Sónia Costa, que desvendou como se manter uma equipa motivada ao longo de 19 anos. Sónia Costa relembrou a primeira vez que esteve no Dentalbizz, há quatro anos, e o que mudou na sua clínica, como por exemplo “o cheiro da clínica. Queria ter um cheiro característico e as pessoas já o reconhecem como sendo o cheiro da minha clínica. É um aroma que dá conforto e é isso que procuro quando as pessoas vão à minha clínica: conforto. E tudo começa pela pessoa responsável pela limpeza da clínica. Tem de estar tudo impecável desde o início do dia”.

Sónia Costa também é a primeira a entrar na clínica e a última a sair porque acredita que “estou a dar o exemplo. Tenho de cumprir o mesmo horário da minha equipa”. E sempre que quer reforçar o bom desempenho de um elemento da equipa oferece um voucher que serve de incentivo para as boas práticas na clínica. Mas para isto é necessário definir estratégias e para isso revelou que segue o método Kaizen “que facilitou muito a gestão da clínica”.

De seguida, e pela primeira vez no Dentalbizz, Michelle Silva revelou o ponto de vista das assistentes dentárias na comunicação com as diferentes equipas. E por vezes é esta multiplicidade de opiniões e métodos de trabalho que dificulta a comunicação entre os médicos dentistas e as assistentes dentárias, que nem sempre se sentem à vontade para expor os seus problemas.

Ensino à distância

José Camelo Ferreira centrou a sua apresentação nas novas modalidades de aprendizagem. Começou por recordar como tirou o curso e nas dificuldades que sentiu em 2002 quando fez o Master em Implantologia em Madrid. Com o novo modelo de ensino à distância – SmileTube TV – deixa de ser necessário sair do país para ter formação de qualidade na área da implantologia. José Camelo Ferreira é também um dos mentores em Portugal que vai dar apoio aos alunos que se inscreverem no curso.

Seguiu-se a palestra de Maria João Ribeiro da Cunha sobre as alterações introduzidas pelo RGPD – Regulamento Geral de Proteção de Dados, nomeadamente na necessidade de proteger os dados pessoais dos pacientes. Para a advogada e DPO (encarregada de proteção de dados) é importante que cada clínica tenha um funcionário dedicado a esta área do RGPD e que ficará responsável por confirmar que todos os procedimentos estão a ser cumpridos na altura de proteger os dados dos pacientes.

 

Já Sónia Santos, CEO da MedSupport explicou como manter o licenciamento da clínica válido, através de uma check list, e deu como exemplo uma mudança no corpo clínico e/ou auxiliar. Nestes casos é necessário o registo na ERS, um seguro profissional/acidentes de trabalho, rever o regulamento interno, documentos de arquivo e medicina de trabalho. “Não faz sentido um médico dentista que só por ser empreendedor estar sempre preocupado com a possibilidade de receber uma vistoria”. Para Sónia Santos, como o MedSupport trabalha com processos de licenciamento desde 2009 pode dar esse apoio.

Marketing Sensorial

Vítor Brás, outro dos repetentes no Dentalbizz, sublinhou a importância do marketing sensorial na clínica dentária. “Os estudos científicos ajudam a revelar para que serve o marketing sensorial, ajuda a minimizar erros e a aumentar a satisfação dos pacientes”.

Para Vítor Brás, o medo do dentista é um sentimento que está muito enraizado na população, então procurou ferramentas que pudessem ajudar os seus pacientes a ultrapassar este receio. “Em situações de medo somos autênticos gravadores, registamos tudo o que ouvimos. Se durante o tratamento a equipa está a ter uma conversa fora do âmbito técnico isso vai ser percecionado como um ponto negativo. Em vez disso, durante a consulta devemos cingir as conversas à parte técnica e a explicar os procedimentos”.

O cheiro também é muito importante no ambiente da clínica e para isso Vítor Brás criou um aroma específico para a sua clínica, que aumenta a sensação de conforto dos pacientes.

Já João Mouzinho mostrou como a tecnologia está a mudar o workflow na clínica dentária. “O mais importante no digital é o CMD+Z, ou seja, a possibilidade que hoje em dia tenho de apagar um erro. No digital é mais fácil corrigir o que erramos”.

Mas é necessário ter um programa como o Design Smile Frame ou uma máquina fotográfica topo de gama? Na opinião de João Mouzinho não necessariamente. “Quem não tem estes meios “envia os moldes e o técnico de prótese pode fazer isso”. Para o médico dentista, o vídeo é o futuro e “podemos fazer fotos através do vídeo. E hoje em dia todos temos um smartphone do qual podemos tirar partido para fazer fotos e vídeos”.

Para João Mouzinho, o digital é uma excelente ferramenta de marketing para conseguir convencer o paciente a avançar para o tratamento. “Com o 4D Planning conseguimos convencer mais facilmente o paciente ao mostrar o antes e o depois, como vai ficar no final do tratamento. O digital ajuda a não errar”.

O Dentalbizz terminou com o frente a frente entre duas referências na Periodontologia: Helena Rebelo e Cátia Íris Gonçalves. Ambas concordam que mais importante que a estética, tão em voga hoje em dia, está a saúde oral do paciente e que isso nunca deve ser descurado.

Com métodos de trabalho completamente distintos, Helena Rebelo, uma das percursoras da periodontologia em Portugal, divide o seu tempo entre a clínica e a faculdade. Já Cátia Íris Gonçalves prefere trabalhar em várias clínicas porque é assim que encontra o seu equilíbrio. “Tenho várias secretárias, não tenho um espaço fixo de trabalho e tenho de me adaptar aos vários tipos de filosofias de trabalho das várias clínicas. Obriga a mudar de chip todos os dias”.

O dia terminou com a entrega dos Prémios Saúde Oral.