SNS

Dentistas contestam regras do concurso de acesso ao SNS

médicos dentistas no SNS

Os médicos dentistas estão a contestar as regras do concurso de acesso ao Serviço Nacional de Saúde, que foi anunciado no passado dia 21 de março pelo bastonário da Ordem dos Médicos Dentistas, Orlando Monteiro da Silva.

De acordo com uma notícia do Correio da Manhã, “em causa estão os valores remuneratórios e a falta de informação do local onde irão prestar os cuidados de saúde oral. A contestação pode deixar em aberto as vagas nos 50 Agrupamentos dos Centros de Saúde.”

O jornal cita ainda fontes que criticam “a ausência de referências quanto ao local onde serão realizados os tratamentos dentários”, que pode ser num raio de 100 quilómetros da residência do candidato. Para além disso, a remuneração é outro dos aspetos que está a ser alvo de críticas. De acordo com o Correio da Manhã, “é impossível preencher os requisitos. Por 2600 euros é contratada a equipa. Se não sabemos qual o local de trabalho e o início da atividade, não vamos contratar um assistente.”

Já Orlando Monteiro da Silva, explica ao jornal que “o valor remuneratório é o referencial ao aplicado às profissões de saúde no SNS”.